terça-feira, 28 de abril de 2009

COMO FALAR MELHOR EM PÚBLICO?

Você tem horror de falar em público? Se a resposta é sim, fique calmo. Você está na companhia de quase toda a humanidade. Falar em público é uma das atribuições mais importantes de toda pessoa. Calma. Não estamos colocando você com um microfone diante de 100 000 pessoas no Morumbi ou no Maracanã. Estamos falando de coisas menos espetaculares, como, por exemplo, falar para meia dúzia de pessoas numa reunião e ali, diante dessa pequena platéia, apresentar um projeto, uma pregação, um ensino ou se colocar numa discussão. Falar em público, para qualquer pessoa, principalmente um crente, é quase sempre isso. Simples assim - e complicado assim. Parece banal, mas só parece. Falar em público, ainda que para audiências nanicas, inspira medo, às vezes terror até. Esse medo é um dos males mais comuns no mundo do trabalho. Carreiras podem ir ao chão como folhas, ministérios serem desfeitos, professores serem afastados se a dificuldade de falar em público não for contornada. Atenção: ninguém está dizendo que você tem que adquirir o desembaraço, e mesmo a cara-de-pau, de um velho senador da República. Trata-se, basicamente, de ser capaz de expor com clareza as idéias numa sala de reuniões. Veja o resultado de uma pesquisa feita pelo jornal inglês Sunday Times com 3 000 americanos. A pergunta era: qual o seu pior medo? As respostas:
41% disseram que era falar em público32% têm mais medo de altura22%, de insetos22%, de ter problemas financeiros19%, de doença19%, da morte
AJUDA:
1) SAIBA O QUE VOCÊ VAI FALAR
A primeira coisa que você deve ter em mente quando for falar em público é: saiba o que vai dizer. Leia, pesquise, se interesse, domine o assunto.
2) CONHEÇA O TERRENO EM QUE VAI PISAR
Nunca faça uma apresentação sem conhecer algumas informações básicas: para quem você vai falar, o que esse público quer ouvir, quanto tempo você terá, se você será o único orador, qual a ordem das apresentações, se haverá um período para perguntas e respostas, se você vai falar durante uma refeição, o local da apresentação, que instrumentos estarão à sua disposição (retroprojetor, computador com programa para fazer apresentações, televisão, vídeo, lousa, etc). "Com isso em mente você evita cair em armadilhas e sente mais segurança",
3) SEJA BREVE
"É muito difícil fazer um mau discurso de um discurso pequeno". Seja breve. Quem nunca ouviu falar mal dos discursos intermináveis de Fidel Castro? Normalmente, quem ouve Fidel não tem muita alternativa. Esse, provavelmente, não será o caso da sua platéia. Portanto, não canse o seu público. Ele vai ficar inquieto, vai começar a conversar, a levantar, e você vai ficar inseguro. O ex-presidente americano Lyndon Johnson costumava recomendar: "Saiam sempre no auge da festa". Com isso ele queria dizer que, onde quer que esteja, você deve parar de falar quando seus ouvintes esperam e desejam que você continue. A duração também deve variar dependendo do horário e local da apresentação.
4) APRENDA A SE RELACIONAR COM O PÚBLICO
O receio de não conseguir cativar o público é comum. Em primeiro lugar, tire da cabeça a idéia de que o público está lá para criticar você. Pode parecer absurdo, mas muita gente sente isso e acaba ficando na defensiva. Ele está ali porque quer, ou porque precisa ouvir você. "A platéia torce pelo seu sucesso", "Lembre-se de que as pessoas também morrem de medo de falar em público, assim como você. E admiram a sua coragem. O julgamento dos espectadores é menos rigoroso do que o seu." Quase todos os pregadores e professores de oratória dão uma sugestão: olhe para o público. Escolha algumas pessoas e foque nelas. Não fique com o olhar perdido. "É absolutamente essencial que você veja a audiência. Mesmo quando tiver de baixar os olhos para apanhar uma ou outra palavra, suspenda o contato com a audiência por apenas alguns instantes". Tente criar uma certa intimidade. "Cada pessoa tem que sentir que você está falando só para ela".
5) SEJA VOCÊ MESMO
"A melhor forma de ser bem-sucedido é não se considerar um mestre em oratória". "Não tente ser nada além de você mesmo." Crie o seu estilo. Não faça piadas se você não é naturalmente engraçado. Uma das piores sensaçõesdo mundo é o silêncio pairando no ar depois de fazer uma gracinha. Não ande pelo palco, ou onde quer que você esteja, se isso não for confortável para você. "As pessoas se comparam a imagens ideais. Quando vêem que não vão chegar aos seus pés, ficam inseguras". Você até pode e deve incorporar ao seu estilo aquilo que mais lhe agrada em oradores que você vê como modelos. Desde que você não desrespeite o seu jeito de ser.
6) TREINE, TREINE E TREINE
Mesmo que você siga tudo o que foi escrito até agora, é só a prática que vai lhe dar mais segurança. Não há nada melhor a ser feito. "O mais eficaz antídoto para o medo do palco e outras calamidades que atingem o ato de discursar é uma preparação total, escravizadora e monacal". "A qualidade do seu discurso será proporcional à quantidade de tempo que você gastou se preparando." Um dos pré-requisitos de qualquer boa apresentação é falar como se fala. Converse com a sua platéia. "Quem tenta falar como escreve perde a naturalidade". "Procure ser quem você é no dia-a-dia." Decorar o texto é uma boa solução?
7) VÁ EM FRENTE, MESMO COM UM FRIOZINHO NA BARRIGA
A falta de experiência também gera insegurança. E a melhor forma de superá-la é enfrentar as situações que aparecerem. Quem costumava fazer perguntas na sala de aula e apresentar os trabalhos em grupo desde a época da escola provavelmente não fica tão intimidado na hora de se expor. Não recuse convites, não fuja de reuniões e nem tente adiar alguma apresentação. Seja persistente. "Vá aos poucos. Peça a palavra numa reunião, ofereça-se para ler um texto quando sentir que tem espaço".
8) PRINCIPALMENTE LEMBRE-SE DE DEUS
DEUS estará sempre ao seu lado, ajudando, dando-lhe palavras e fazendo com que você se lembre de sua palavra e entregando a mensagem que quer que os ouvinte ouçam. TEMOS O MELHOR PROFESSOR!!!!
Mt 10.19 Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como ou o que haveis de falar, porque, naquela mesma hora, vos será ministrado o que haveis de dizer.
Jo 14.26 Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.
Lc 12.12 Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar.
(autor:Ev:luiz henrique de almeida)

Um comentário:

  1. Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.
    Apocalipse 1:3

    visita:
    http://aespadadodeus.blogspot.com/

    **Palavra de Deus na sua língua**

    ResponderExcluir